Ir para o conteúdo

Padre Bernardo - GO
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
08
08 MAI 2021
Historia do Município de Padre Bernardo

HISTÓRIA DO MUNICÍIPIO DE PADRE BERNARDO

A ocupação do território municipal de Padre Bernardo teve início no século passado com o estabelecimento das primeiras fazendas de criação de gado às margens do Rio Maranhão e seus tributários mais importantes, onde se localizam pastagens de boa qualidade.

Com o decorrer dos anos surgiram outros fatores responsáveis pelo crescimento do povoado econômico demográfico da região. Ao aumento natural dos rebanhos associava-se, de modo paralelo e consequente, a ocorrência de picadas, que levaram ao surgimento das pousadas dos vaqueiros, a caminho de Niquelândia e das famílias que desciam do Nordeste para a região Centro-Sul.

A função religiosa foi, sem dúvida, a mais importante na instalação e no crescimento do povoado, pois a partir de 1933, romeiros provenientes da região do Vão dos Angicos, no Município de Luziânia, se dirigiam todos os anos, durante o mês de julho para rezarem na capela do Divino, erguida por fazendeiros locais, com o surgimento de algumas casas em volta da capela, os fazendeiros começaram a lotear partes do vale, com o objetivo uma cidade.











Em 1951, foi fundado o Arraial com o nome de Barro Alto do vão dos Angicos e, para a formação do Patrimônio, os Senhores Januário de Amorim e Valentim José Cabral, doaram doze alqueires de terra ao Santo Padroeiro. Ainda na condição de povoado, a localidade passou a denominar-se Padre Bernardo, em homenagem ao vigário que percorria as fazendas locais, celebrando batizados e casamentos, enfatizando cada vez mais a função da cura.

A partir de 1957 a expansão do núcleo urbano se deve ao Senhor José Monteiro Lima, que dividiu sua fazenda em sítios e lotes, doando às famílias sem recursos e vendendo aos que desejassem se fixar na região.

Graças à fertilidade de suas terras, o distrito foi tomando grande impulso. Em 1963, o Projeto de autoria do Deputado Olinto Meireles foi aprovado, e através da Lei Estadual nº 4797, no entanto só em 1964 Padre Bernardo foi elevado à categoria de município, constituindo-se termo judiciário da Comarca de Luziânia.





















ORIGEM DO NOME

O município ganhou esse nome em homenagem ao vigário Bernardo Stocker, homem humilde, de origem Suíça/ alemã, que vinha da cidade Luziânia, para celebrar missas e realizar batizados, casamentos e outras atividades da igreja. Percorria a Paróquia inteira montado em um cavalo. Formado na Ordem Beneditina, fez longos e profundos estudos de filosofia, teologia e dogmas. Foi professor de filosofia no Colégio São Bento em São Paulo. Tomou posse como vigário em 22 de fevereiro de 1.942. O Padre Bernardo Stocker faleceu aqui, então Barro Alto do Vão dos Angicos, em 08 de julho de 1955, vitima de uma hérnia estrangulada e seu corpo foi sepultado na Capela do Divino.

VER HISTÓRICO COMPLETO











EXUMAÇÃO

Em 07 de julho de 1960, o corpo do Pe. Bernardo Stocker foi exumado. Os restos mortais foram levados para Luziânia, partindo às 13: 00 horas em um jipe e chegando a Luziânia às 02: 00 horas da madrugada. No dia seguinte, os ossos foram para a Capela do Rosário de onde foi transportado às 17: 00 horas para a Igreja Matriz e exposto a visitação dos fiéis até o dia 08 de julho de 1960. Neste dia os ossos foram depositados numa das paredes do Salão Paroquial Pe. Bernardo Stocker, hoje Secretaria da Igreja Matriz de Santa Luzia,












Pela Lei Municipal nº 132, de 06/03/1958, é criado o Distrito com a denominação de Padre Bernardo, subordinado ao município de Luziânia. Através da Lei nº 4.797 de 07/12/1963, é elevado à categoria de município com a mesma denominação, desmembrando-se de Luziânia. Pela Lei Estadual nº 8.004, de 26/11/1975 e, ratificado pela Lei Estadual nº 8.111, de 1405-1976, Padre Bernardo adquiriu do município de Niquelândia o distrito de Mimoso. Em divisão territorial datada de 01/01/1979, o município é constituído de 2 distritos: Padre Bernardo e Mimoso. Pela Lei Estadual nº 10.405, de 30/12/1987, o distrito de Mimoso é desmembrado do município de Padre Bernardo e é elevado à categoria de município com a denominação de Mimoso de Goiás.

O município de Padre Bernardo fica localizado na mesorregião do Leste Goiano e dista 87 km da capital. As principais rodovias de acesso são a BR-080, BR-351 e GO-230. Sua área é de 3.139,177 km² e conta com um contingente populacional de aproximadamente 27.6716 habitantes, sendo 8.107 domicílios ocupados e 512 comércios estabelecidos. Conta com 63 bairros e 520 ruas. Possui densidade demográfica de 8,82 habitantes por Km². A população está assim distribuída: 10.786 habitantes (39%) na zona urbana e 16.885 habitantes (61%) na zona rural. O município fica localizado na Bacia do Rio Maranhão e APA da Bacia do Rio Descoberto.


FUNDADOR

O município deve muito ao José Monteiro Lima, homem de origem simples, que teve a iniciativa de dividir parte de suas terras para que a fundação da cidade acontecesse. Político bem relacionado permeava outras instâncias em busca de melhorias para o município e, sobretudo para a área de educação, conseguindo a grande audácia de ser professor sem nunca ter sido aluno. Inaugurou o colégio estadual da cidade, que ganhou o seu nome.

Pelos idos dos anos 80, ainda vivo foi reconhecido com a construção de uma estátua, em tamanho natural. O molde da face da estátua foi tirado do rosto do professor José Monteiro Lima, pelo artista plástico Jorge Scrink.

A obra foi feita na Creche Laura Vicuña, através de um molde de gesso, do qual foi retirada uma forma e depois preenchido com concreto especial e permanece até hoje na Praça Central.


Economia

A pecuária movimenta a economia de Padre Bernardo, participando da arrecadação com 32,31%. Na agricultura, o forte são o cultivo de soja e milho.

O comércio local, como restaurantes, bares, lojas de roupas e calçados, bancos, supermercados, entre outros, é pequeno e atende às necessidades básicas da população. As indústrias que merecem destaque na região são as de cerâmica, os laticínios e as confecções.

Um maior dinamismo ocorrido no município deu-se ao avanço das fronteiras agrícolas para o Centro-Oeste e mais precisamente à construção de Brasília, dado ao seu favorável posicionamento geográfico em relação do Distrito Federal.

Atualmente o município é reconhecido tanto na agricultura, quanto na pecuária, sendo destaque na produção de grãos, como a soja e na criação de gado de corte e de leite.



EX PREFEITOS E EX VICES PREFEITOS DE PADRE BERNARDO:


Adão Lucas de Almeida (1965 – 1968)

Vice: João de Oliveira Filho



Divino de Assis (1.969 – 1.972)

Vice: Pedro Lucas de Almeida



Antônio Francisco de Oliveira (1.973 – 1.976)

Vice: Horácio Alves Martins



Modesto Martins de Carvalho (1.977 – 1.982)

Vice: João de Oliveira Filho ( Zicão)



José Salim Salomão (1.984 – 1.988)

Vice: Zirley Alves Martins



Airton Fernandes de Godoy (1.989 – 1.992)

Vice: Artur Honorato de Carvalho



Wayne do Carmo Faria (1.993 – 1.996)

Vice: Ezequiel de Castro Rezende



Cyro de Melo Pereira (1.997 – 2.000)

Vice: Dr. Alceu Barroso de Carvalho



Cyro de Melo Pereira (2.001 – 2.004)

Vice: Ezequiel de Castro Rezende



Daniel de Fátima Duarte (2.005 – 2.008)

Vice: Luiza Gonzaga da Silva Martins



Wayne do Carmo Faria (2.009 – 2.012)

Vice: Ezequiel de Castro Rezende



Francisco de Moura Teixeira Filho (2013 – 2016)

Vice – Dr. Everardo Alves Ribeiro


Francisco de Moura Teixeira Filho (2017 – 2020)

Vice – Dr. Erasmo Cardoso dos Santos


Eventos e Festas

Janeiro

  • Folia de Reis - dia 6
  • Folia São Sebastião - dia 20

Fevereiro

  • Carnaval de rua

Maio

  • Festa do divino - dias 9 a 19
  • Aniversário da Cidade - dia 9

Julho

  • Festa de Nossa Senhora do Carmo, padroeira de Padre Bernardo

Agosto

  • Dia do evangélico - dia 31
  • Aroeira - Largada Rumo ao Muquém - dia 9

Cultura

A tradição da festa de que deu origem à cidade consegue reunir ainda hoje milhares de pessoas em louvor ao Divino Espírito Santo. A capela, construída em devoção à figura religiosa, em terreno doado por Rosa Fernandes Cabral, é palco da movimentação de fiéis que participam de missas, folias e atividades culturais. As festividades duram nove dias, com encerramento na comemoração de pentecostes. Padre Bernardo possui peculiaridades e características determinantes da origem de seu povo, isto é, há miscigenação cultural entre mineiros, nordestinos, remanescentes de outras partes do país e do próprio estado de Goiás.


Subdivisões

Pertencem ao município

DISTRITOS:

  • Monte Alto
  • Mariápolis
  • Trajanópolis

Bairros:

  • Vendinha
  • Ouro Verde
  • Entre Rios
  • Taboquinha
  • Jardim das Acácias
  • Setor Bela Vista
  • Setor Central
  • Setor Divinópolis
  • Setor Leste
  • Setor Oeste
  • Setor Sul
  • Vila Canaã
  • Vila Maria
  • Vila 9 de maio
  • Vila Novos Rumos
  • Vila Yokanaam
  • Vale das Macieiras
  • Jardim Pérola
  • Jardim Jade
  • Jardim Coral
  • Jardim Esmeralda
  • Jardim Rubi
  • Jardim Cristal
  • Jardim Turquesa
  • Cidade Comendador Romão
  • Planalto Perdizes
  • Sítio Recreio Tapety
  • Sítio recreio Paraiso
  • Sítio Recreio Vereda Tropical
  • Asa Branca
  • Recreio dos Bandeirantes

ASSENTAMENTOS:

  • Jacinto Durães
  • Vereda 1
  • Vereda 2
  • Boa Vista
  • Água Quente
  • Santa Helena
  • Antonio Juvencio
  • Serra Feia
  • Fazenda Baixão
  • Fazenda Makalu
  • Sindicato

REGIÕES:

  • Pé de Serra
  • Sumidouro
  • Quilombo
  • Barreirinho
  • Galhos
  • Passa Trinta
  • Arara
  • Brequenhém
  • Rio do Sal
  • Baixa do maranhão



Galerias de Fotos Vinculadas
08/05/2021
HISTÓRIA DO MUNICÍPIO DE PADRE BERNARDO
Seta
Versão do Sistema: 3.1.5 - 04/10/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia